Página Inicial

Siga-nos:

20.9.2018

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Municípios

CAMPO GRANDE DO PIAUÍ

TCE reprova contas do ex-prefeito Dr. Tico

Corte constatou várias irregularidades na gestão do ex-prefeito da cidade de Campo Grande do Piauí

Gabriel Soares/Viagora  

09/06/2018

Foto: Divulgação

clique para ver a foto em tamanho real

Ex-prefeito de Campo Grande do Piauí tem contas reprovadas.

O Tribunal de Contas do Estado julgou irregular as contas da prefeitura de Campo Grande do Piauí, referentes ao ano de 2016, em função de irregularidades na gestão do ex-prefeito municipal, Francisco José Bezerra, conhecido como Dr. Tico.

 

A decisão foi proferida no último dia 29 de maio e publicada na edição desta quarta-feira (06), do Diário oficial do TCE. O relator da Prestação de Contas era o conselheiro Jaylson Fabianh Lopes Campelo.

 

A Corte identificou a falta de licitação em contratações de despesas para a aquisições de banda artística (R$75.000,00); estrutura de palco e de som, com camarim, gerador, banheiro químicos, tendas e serviços de divulgação (R$24.600,00); e o Fracionamento, despesas com aquisições de gêneros alimentícios (R$58.294,94), peças e acessórios (R$27.102,58), e de locação de veículos (R$75.860,10).

 

O TCE também constatou irregularidades com despesa de pessoal, chegando a ultrapassar o limite e permitindo e gastando 58,62% com servidores e acumulação de cargos públicos com jornada incompatível. Por fim, a Prefeitura possuía uma dívida de R$117.873,83 junto a Eletrobrás e não encaminhou os balancetes mensais para a Câmara Municipal (junho a agosto/2016).

 

Diante das irregularidades, o Tribunal julgou irregulares as contas de gestão do ex-prefeito, referentes ao exercício de 2016. Francisco José Bezerra também foi multado pela Corte em 1.000 UFR-PI (R$ 3.290,00).

 

O ex-prefeito foi procurado para dar esclarecimentos sobre a decisão, mas não houve retorno. O espaço está aberto para esclarecimentos.

 

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

19-09-2018 :: Jovens que estavam desaparecidos são encontrados mortos em Simões

14-09-2018 :: Procurador apura suspeitas de abuso de poder de Chico Carvalho

12-09-2018 :: Sussuapara não atinge meta de vacinação contra pólio e sarampo

03-09-2018 :: MP recomenda a Pé Trocado que implante Política Socioeducativa

01-09-2018 :: Prefeito do PT adere ao tucano Luciano Nunes

30-08-2018 :: Prefeito de Isaias Coelho usa Decreto de Emergência para contratar empresa

30-08-2018 :: Tony Borges ganha ação no TJ por unanimidade

28-08-2018 :: Prefeito de Bocaina vai gastar R$ 346 mil em material de expediente

27-08-2018 :: TCE julga amanhã contas do prefeito de Sussuapara

27-08-2018 :: MP investiga prefeito Renato por coação a servidores públicos

21-08-2018 :: MPF pede condenação do ex-prefeito Adriano Passos

17-08-2018 :: Prefeito de Bocaina continua extrapolando gastos com pessoal

15-08-2018 :: Prefeita de Santana do Piauí garante que pagará diferença salarial a professor

14-08-2018 :: TCE bloqueia FPM de São José do Piauí

11-08-2018 :: Juíza condena Prefeitura de Santana do Piauí pagar 11 mil a professor

[ Todas desta coluna ]

Prefeitura Municipal de Picos - Prefeitura Municipal de Picos - Site Oficial Colégio Machado de Assis  - Machado de Assis edilson madereira - edilson madereira edilson constutora  - edilson constutora Clínica Picoense  - Clínicas picoensw dr.bezerrinha - dr.bezerrinha marquês frios - marquês frios aaaa chaguinha - aaaa chaguinha

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.