Página Inicial

Siga-nos:

20.2.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Geral

DEBATE

Juiz de Picos faz críticas à Reforma Trabalhista durante Salipi

Para Ferdinand Gomes a nova legislação foi aprovada em tempo recorde e praticamente sem nenhum debate

Vitor Fernandes/Viagora  

11/06/2018

Foto: Divulgação

clique para ver a foto em tamanho real

Juiz do trabalho Ferdnand Gomes.

O juiz Ferdinand Gomes dos Santos, titular da Vara do Trabalho de Picos, fez várias críticas à Reforma Trabalhista, em vigor no Brasil desde o dia 11 de novembro de 2017. Ele participou do Bate Papo Legal, evento de iniciativa do Tribunal Regional do Trabalho, que foi realizado no período de 6 a 9 de junho, no Salão do Livro do Piauí (Salipi), na Universidade Federal.

 

O juiz, que também é presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 22ª Região, teceu críticas à reforma, desde sua concepção até sua tramitação no Congresso Nacional, “em tempo recorde e praticamente sem nenhum debate”.

 

Para ele, a nova lei atendeu, principalmente, a algumas diretrizes da classe empresarial, mas não dos trabalhadores. “Além de inibir a demanda judicial, a reforma dificultou a atuação do magistratura, do Ministério Público do Trabalho e até mesmo dos órgãos de fiscalização, como as Delegacias Regionais do Trabalho”.

 

Ferdinand Gomes falou sobre as promessas que não foram cumpridas. “A lei prometeu empregos, mas está entregando empregos. De novembro de 2017 para maio de 2018, houve redução não só no número de empregos formais, como também na renda dos trabalhadores. A lei prometeu segurança jurídica e o que estamos vendo hoje é uma total insegurança jurídica – não só no campo das relações materiais, mas também nas próprias relações de trabalho. As pessoas não sabem bem o que fazer, não sabem bem o que negociar, porque a lei alterou também a possibilidade de negociação individual e coletiva”, disse.

 

Outro ponto decorrente da reforma, na opinião do juiz, é o enfraquecimento da representação sindical dos trabalhadores. "Se não fossem os sindicatos, nós sequer teríamos a legislação trabalhista que temos hoje, a proteção que temos hoje. Os nossos sindicatos estão hoje no limbo, sem saber para onde ir. E vão ter que demitir muita gente, porque os sindicatos também empregam. Isso porque, de supetão, a reforma trabalhista retirou dos sindicatos a sua maior fonte de custeio. Com isso, os sindicatos fortes vão se fragilizar", afirmou.

 

Para o magistrado, a lei inovou, negativamente, ao determinar que o trabalhador, mesmo sendo considerado pobre, terá que pagar os honorários do advogado da empresa se, naquela causa, ele não conseguiu provas para sustentar seu pedido junto à Justiça do Trabalho. Ele se referiu aos honorários de sucumbência.  Na avaliação dele, nesse aspecto, o dispositivo impõe condições que dificultam ao trabalhador o acesso à Justiça.

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

11-02-2019 :: Confira o resultado do sorteio do Facim de Picos – 10/02

06-02-2019 :: Confira o resultado do sorteio do Facim de Picos – 03/02

06-02-2019 :: Iracema Portela confunde cidade mineira arrasada pela lama

03-02-2019 :: Morre aos 83 anos ex-vereador de Picos Raimundo Adauto

30-01-2019 :: Fecomércio e Sindilojas emitem nota sobre convenção coletiva de Picos

26-01-2019 :: Padre Gregório Lustosa recebe alta de hospital

24-01-2019 :: Diocese de Picos divulga nota sobre estado de saúde do Padre Gregório

23-01-2019 :: Dupla Zezé Di Camargo e Luciano é confirmada no Picos Fest Berro

12-01-2019 :: Comunidade de Aerolândia celebra 29ª Festa de São Sebastião

09-01-2019 :: Entidades debatem obras paralisadas do Governo do Estado em Picos

05-01-2019 :: Toma posse a nova diretoria da OAB de Picos

28-12-2018 :: Obra do paredão no bairro Paroquial está paralisada há mais de seis anos

27-12-2018 :: Agências bancárias não abrem no próximo dia 31

15-12-2018 :: Prefeitura de Picos gastará mais de R$ 400 mil na reforma da Praça Josino Ferreira

09-12-2018 :: Passagem das Pedras celebra 35 anos de devoção a Nossa Senhora da Conceição

[ Todas desta coluna ]

edilson madereira - edilson madereira marquês frios - marquês frios facim 01 oficial  - facim 01 oficial Clínica Picoense  - Clínicas picoensw aaaa chaguinha - aaaa chaguinha edilson constutora  - edilson constutora Prefeitura Municipal de Picos - Prefeitura Municipal de Picos - Site Oficial Colégio Machado de Assis  - Machado de Assis lamep - lamep

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.