Página Inicial

Siga-nos:

15.7.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Locais

INSPEÇÃO

Vigilância Sanitária recomenda interdição do Mercado do Junco

Decisão foi tomada após órgão averiguar condições de infraestrutura, funcionamento e segurança sanitária

Por José Maria Barros  

01/09/2018

Foto: José Maria Barros

clique para ver a foto em tamanho real

Mercado Público do Junco pode ser interditado.

Após proceder uma inspeção e constatar várias irregularidades no local, o Departamento de Vigilância Sanitária de Picos recomendou a interdição do Mercado Público do bairro Junco. Caso a recomendação não seja cumprida o município ficará sob pena de aplicação das infrações sanitárias previstas em lei.

 

CONFIRA AS IMAGENS!!!

 

A inspeção sanitária foi realizada no último dia 4 de agosto em atendimento a vereadora Francisca Celestina de Sousa, a Dalva Mocó (PTB), que integra a bancada de oposição ao prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima.

           

Segundo relatório de inspeção sanitária assinado no último dia 17 de agosto por três autoridades do setor, o Mercado Público do bairro Junco não está apto a desenvolver as atividades inerentes a sua natureza. Diante disso, o Departamento recomenda a interdição do estabelecimento até que sejam feitas as devidas adequações elencadas pelos técnicos.

           

O relatório é assinado pelas autoridades sanitárias Bruno Barbosa de Lima, Geovana Pereira de Sousa Luz e Danúbio Soares Batista. No termo de obrigações a cumprir, os três elencam as medidas a serem tomadas pela gestão municipal e o prazo estipulado para cada uma delas.

           

Dentre as exigências estão à recuperação do piso e de toda a cobertura, com limpeza da madeira, além de providenciar o forro e lavatório adequado e exclusivo para os manipuladores, isso dentro de um prazo de 90 dias. Apresentar certificado comprobatório do controle de pragas e vetores, regularidade do Corpo de Bombeiros, bem como uniforme completo (touca, luva e jaleco) adequado às atividades.

 

Situação encontrada

 

Durante a inspeção os técnicos da Vigilância Sanitária encontraram uma situação preocupante, a começar pelo prédio, uma edificação antiga que apresenta desgastes na sua estrutura. Partes do teto comprometido, piso apresentando avarias e soluções de continuidade que dificultam a limpeza, higienização e organização do ambiente.

           

Não apresenta também regularidade contra incêndio e pânico e nem controle de pragas. A fiação é antiga e encontra-se exposta, iluminação do ambiente deficitária, apresentando infestação de baratas do tipo germânica. Balcões onde são expostas as carnes e derivados apresentando solução de continuidade, sendo o tipo de material impróprio ao fim a que se destina (exposição/cortes).

           

O relatório aponta ainda que as ferramentas e utensílios usados no manuseio das carnes apresentam oxidação, os boxes não possuem rede de abastecimento de água para os processos de manipulação das carnes, e os profissionais que trabalham comercializando carnes não fazem uso dos EPI’s por completo.

           

Os técnicos da Vigilância Sanitária constaram ainda que existe acesso de animais domésticos a área interna do estabelecimento. A área interna do mercado apresenta o cruzamento de atividades com o comércio varejista de carnes e comércio varejista e produtos em geral com a predominância de produtos alimentícios, bem como de frutas e verduras.

           

Quanto aos banheiros, as instalações hidrossanitárias apresentam avarias e sujidades. “Os profissionais que trabalham no local não foram instruídos, treinados ou capacitados em educação e orientação em saúde pública, e nem apresentaram cartão de imunização, nem exames de saúde ocupacional” – alerta o relatório.

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

PAULO :: paulosiqueira22@ig.com.br
187.41.206.43 :: 03-09-2018 :: 12:13:34
Aqui na Avenida Senador Helvidio Nunes há dois grandes lixões que nunca foram fiscalizados e o risco que nós estamos correndo é enorme. Tem uma máquina de radiologia desmontada e jogada em plena via pública e os órgãos que fiscalizam se omitem em fazer o seu papel em preservar a saúde da população.

Elizete :: elizetesoaresb@bol,com,br
177.66.116.120 :: 03-09-2018 :: 03:01:48
A Vigilância deveria fiscalizar também no Bairro Junco os depósitos de sucatas que ficam em meio as residências. São verdadeiros lixões a céu aberto que oferecem riscos a saúde da população local.

Outras desta mesma coluna:

15-07-2019 :: MEC deve anunciar plano de mensalidade para universidades federais

11-07-2019 :: Saúde e OMS fazem mobilização nacional contra hanseníase

10-07-2019 :: Motorista fica preso às ferragens após caminhão capotar entre Marcolândia e Araripina

09-07-2019 :: Dom Plínio pede apoio da população para a reforma da Catedral

08-07-2019 :: Receita abre consulta a segundo lote de restituição do IR

05-07-2019 :: Deputados constatam falta de equipamentos e déficit de R$ 50 mil no Hospital de Bom Jesus

05-07-2019 :: Criança de cinco anos morre após sofrer choque elétrico em geladeira

02-07-2019 :: Profissionais de Engenharia se reunem hoje em Picos

01-07-2019 :: Homem morre após colisão frontal de veículos na BR-316

27-06-2019 :: Plano Safra é lançado com previsão de R$ 642 milhões

26-06-2019 :: Suspeitas de irregularidades com empresas diferentes usando o mesmo CNPJ em contratos com o Município de Jaicós

26-06-2019 :: Jovem de 30 anos morre em Picos após fortes dores de cabeça; Fabiana deixa 5 filhos

25-06-2019 :: Empresário de Valença morre em acidente de carro na PI-120

25-06-2019 :: O 10o. Congresso Estadual de Profissionais do CREA será realizado dia 02 de Julho

18-06-2019 :: PM e PRF apreendem dez motos em operação de repressão a rachas na BR 407

[ Todas desta coluna ]

Gutenberg - gutenberg lamep - lamep Alencauto - alencauto procords - procordis disnomed - disnomed marquês frios - marquês frios

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.