Página Inicial

Siga-nos:

15.7.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Política

RECURSOS

Mainha já recebeu mais de R$ 1 milhão e meio para campanha eleitoral

Esses recursos recebidos são do Fundo Especial de Financiamento de Campanha e do Fundo Partidário

Por José Maria Barros  

10/09/2018

Foto: José Maria Barros

clique para ver a foto em tamanho real

Candidato Mainha já recebeu quase um milhão e 600 mil de fundo.

Mesmo na condição de suplente, o candidato a deputado federal José de Andrade Maia Filho, o Mainha (PP), foi um dos piauienses que até o momento receberam mais recursos para sua campanha. Os dados estão disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

Até esta segunda-feira, 10, o candidato Mainha (PP) já tinha recebido R$ 1.600.280,00, sendo que desse total, R$ 1.586.468,00 são oriundos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha e do Fundo Partidário. Esses dois últimos recursos representam um percentual equivalente a 99,14% do total recebido pelo candidato.

 

Da direção nacional do partido, que usa dinheiro do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, ou seja, recursos públicos, o candidato Mainha já recebeu R$ 1.397.468,00, que significa um percentual de 87,33%. A transferência eletrônica foi feita no último dia 28 de agosto.

 

Da direção municipal do PP o candidato Mainha já recebeu até o momento o montante de R$ 189.000,00, equivalente a 11,81%. A transferência eletrônica ocorreu no último dia 24 de agosto.

           

Já de doação de pessoas físicas o candidato Mainha recebeu R$ 8.800,00, percentual de 0,55% e de recursos próprios R$ 5.000,00, equivalente a 0,31%, totalizando R$ 1.600.280,00 de recursos recebidos.

 

Outros candidatos

 

Deputados federais candidatos à reeleição receberam até o momento menos recursos do que Mainha. É o caso, por exemplo, de Rejane Dias (PT), com R$ 500.000,00 da direção nacional do partido; Heráclito Fortes (DEM), R$ 605.000,00 do Fundo Especial de Financiamento de Campanha e Iracema Portela (PP), com R$ 1.150.000,00 da direção nacional da legenda. Júlio César (PSD) recebeu até o momento R$ 750.000,00 do Fundo Partidário, direção estadual.

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

08-07-2019 :: Aprovação e reprovação de Bolsonaro se igualam em 33%, aponta Datafolha

05-07-2019 :: TSE vai comprar 180 mil urnas eletrônicas para eleições de 2020

02-07-2019 :: Governadores participam de reunião para definir reforma com Maia

21-06-2019 :: Elmano Férrer defende Operação Lava Jato e a aprovação do Pacote Anticrime

21-06-2019 :: APPM se junta a movimento em favor da unificação das eleições

31-05-2019 :: Merlong assume Secretaria de Administração no dia 10 junho

20-05-2019 :: Bolsonaro terá compromissos em Pernambuco

20-05-2019 :: Wellington Dias vai se reunir com Bolsonaro na próxima sexta

14-05-2019 :: Júlio César diz que impasse com Wellington Dias é “página virada”

13-05-2019 :: Bolsonaro diz que governo vai corrigir tabela do Imposto de Renda

10-05-2019 :: Sen Ciro Nogueira Prestigiará encontro em Picos

25-04-2019 :: Ciro Nogueira será reconduzido ao cargo de presidente nacional do Progressistas

23-04-2019 :: Wellington Dias antecipa encontro com Ciro para esta terça

17-04-2019 :: Deputada Rejane Dias é convidada para mesa diretora de Bancada Evangélica

11-04-2019 :: Justiça Federal põe Padre Walmir no banco dos réus

[ Todas desta coluna ]

Alencauto - alencauto lamep - lamep procords - procordis marquês frios - marquês frios disnomed - disnomed Gutenberg - gutenberg

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.