Página Inicial

Siga-nos:

27.5.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: CULTURA

EXPOSIÇÃO

Alerp comemora o Dia da Cultura Picoense

Evento foi realizado em parceria com o Museu Ozildo Albano e lembra também Dia da Consciência Negra

Por José Maria Barros  

21/11/2018

Foto: José Maria Barros

clique para ver a foto em tamanho real

Exposição permanece até o final de Dezembro no Museu Ozildo Albano.

Em parceria com o Museu Ozildo Albano, a Academia de Letras da Região de Picos (Alerp), comemorou nesta terça-feira, 20 de novembro, o Dia da Cultura Picoense. O evento contou com exposição da artista plástica Mundica Fontes.

 

Denominada de “O mundo onírico de Mundica Fontes”, a exposição se encontra no Museu Ozildo Albano, situado na praça Josino Ferreira, Centro de Picos. As telas permanecerão lá até o final de dezembro aberta ao público.

 

Segundo o presidente da Alerp, Vilebaldo Rocha, 20 de novembro é a data de nascimento de Ozildo Albano, historiador picoense falecido no dia 5 de julho de 1989 aos 58 anos de idade.

 

Para comemorar a data, que é o Dia da Cultura Picoense, a Alerp realiza em parceria com o Museu Ozildo Albano, a exposição “O mundo onírico de Mundica Fontes”.

 

“São telas surreais, alusivas aos sonhos, mostrando o talento de Mundica para as artes plásticas. Ela, que também é professora, poetisa, cronista e, acima de tudo, era amicíssima de Ozildo Albano” – lembra Vilebaldo Rocha.

 

De acordo com o presidente da Alerp, Ozildo Albano e Mundica fontes ajudaram a construir a cultura picoense, edificaram pilares que fortaleceram a cultura de Picos.

 

“Por isso que hoje essa exposição também faz uma alusão ao dia da consciência negra. Com mostra de alguns documentos históricos do período da Escravatura. Alguns objetos, fazendo essa ligação entre os dois eventos” – explica Vilebaldo Rocha.

 

No final da tarde de ontem, no Museu Ozildo Albano, foi exibido um clip feito através de um poema de Vilebaldo Rocha para Mundica Fontes, intitulado de Poemas alados. O professor Carlos Eugênio fez a música, o músico Chagas Santos o arranjo e o cineasta Flávio Guedes produziu o clip.

 

 A exposição “O mundo onírico de Mundica Fontes” permanece no Museu Ozildo Albano até o final de dezembro aberta ao público.

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

18-04-2019 :: Atores se preparam para encenação da Paixão de Cristo em Floriano

01-04-2019 :: Alerp fará show com Odorico e amigos dia 27 de Abril

30-03-2019 :: Alerp cria novo site e apresenta aos acadêmicos

26-03-2019 :: Artista que interpreta Jesus na Paixão de Cristo aposta em sensibilidade no palco

24-03-2019 :: Realizado em Picos o II Fórum de Cultura

20-03-2019 :: Paixão de Cristo em Floriano terá Sérgio Marone, Paulo Betti e Danni Suzuki no elenco

19-03-2019 :: Picos realizará Conferência Municipal de Cultura

12-03-2019 :: Dia 14 de Março, Alerp celebra o dia da poesia

28-01-2019 :: Artista plástico Edilberto Leal realiza exposição na Alerp

26-01-2019 :: Edilberto realiza exposição hoje na Alerp

02-12-2018 :: Academia Piauiense de Letras elege dois novos imortais

22-11-2018 :: Josselmo Batista lança livro Orações aos Espectadores

21-11-2018 :: Alerp comemora o Dia da Cultura Picoense

07-11-2018 :: Alerp participa do Seminário de Extensão e Cultura da UFPI

24-10-2018 :: Professora Deolinda Marques lança livros em Vila Nova do Piauí

[ Todas desta coluna ]

marquês frios - marquês frios Alencauto - alencauto breno - breno lamep - lamep

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.