Página Inicial

Siga-nos:

26.5.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Geral

Reforma

Aprovado parecer da Reforma da Previdencia pela CCJ

.

24/04/2019

divulgação

clique para ver a foto em tamanho real

plenario da camara

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou na noite dessa terça-feira (23), por um placar de 48 votos a 18, o texto do relator Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG) pela admissibilidade da Prosposta de Emenda à Constituição (PEC 6/19), que trata da reforma da Previdência. A PEC segue agora para análise de uma comissão especial que, segundo a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann, deve ser instalada nesta quinta-feira (25).

A PEC da reforma da Previdência está em tramitação na Câmara há dois meses. Para concretizar a aprovação de seu relatório, o deputado  Delegado Marcelo Freitas, apresentou uma complementação de voto para retirar quatro prontos da proposta, que, segundo ele, estavam em desacordo com a Constituição. O parlamentar anunciou a medida ontem acompanhado do secretário especial de Previdência, Rogério Marinho.

Os quatro itens que foram suprimidos da proposta foram negociados com líderes da base governista. O primeiro é o fim do pagamento da multa de 40% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do recolhimento do fundo do trabalhador aposentado que voltar ao mercado de trabalho.

O segundo ponto é a concentração, na Justiça Federal em Brasília, de ações judiciais contra a reforma da Previdência. Os outros pontos são a exclusividade do Poder Executivo de propor mudanças na reforma da Previdência e a possibilidade de que a idade de aposentadoria compulsória dos servidores públicos (atualmente aos 75 anos) seja alterada por lei complementar, em vez de ser definida pela Constituição, como atualmente.

A sessão
A votação do parecer sobre a PEC da reforma da Previdência do relator Delegado Marcelo Freitas durou mais de oito horas e foi aprovada sob protestos da oposição. A líder da minoria, deputada Jandira Feghali (PCdoB –RJ), apresentou um requerimento de pedido de adiamento da votação do relatório por 20 sessões até que fossem apresentados os dados que embasam a proposta de reforma da Previdência. Um dos argumentos é que a PEC é inconstitucional pois não está acompanhada da estimativa do impacto orçamentário e financeiro, como determina o Artigo 113 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias.

Embora a deputada tenha argumentado que o requerimento tinha assinatura de 110 deputados, durante a sessão, o presidente da comissão, Felipe Francischini (PSL-PR), informou que o protocolo de requerimento não atingiu as 103 assinaturas suficientes para ser aceito, pois segundo Francischini, algumas assinaturas não foram reconhecidas, o que gerou um dos vários tumultos que ocorreram durante a sessão. O deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) disse que deve entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do presidente da CCJ.

Durante a sessão da comissão foram rejeitadas diversos requerimentos pedindo o adiamento por diferentes prazos, como duas, três ou mais sessões. Um dos principais argumentos para os pedidos de adiamento era a falta de mais dados que embasaram o Executivo na elaboração da proposta de reforma da Previdência.

A sessão também teve tumulto e obstrução por parte da oposição e muita discussão entre parlamentares favoráveis e contra o projeto.

Fonte: Agência Brasil

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

24-05-2019 :: Dr. Dário receberá Titulo de Cidadão Picoense

24-05-2019 :: Presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria denuncia: a Bahia desativou no SUS mais de mil leitos de internação para crianças e adolescentes

16-05-2019 :: TCU diz que 37,5% das obras financiadas com verba da União estão paradas ou inacabadas

13-05-2019 :: Elmano Férrer anuncia publicação de licença para construção da Ponte da Amizade

10-05-2019 :: Ciro Nogueira Prestigiará encontro em Picos amanhã

10-05-2019 :: Mais de 50 mil piauienses ainda não sacaram PIS/Pasep a que tem direito

09-05-2019 :: Bolsonaro dá direito a porte de arma a políticos, advogados e jornalistas

07-05-2019 :: Nesta quarta-feira (08), começa o II Fashion Trends em Teresina

29-04-2019 :: Público destrói ônibus do cantor Caio Costa após show ser cancelado em Manoel Emídio no Piauí

29-04-2019 :: Às vésperas do fim do prazo, 80 mil ainda não declararam IR no Piauí

28-04-2019 :: Curso de Arquitetura e Urbanismo da UFPI participa de campanha em favor de cidades caminháveis e acessíveis

25-04-2019 :: Elmano Ferrer busca soluções para aeroporto de São Raimundo Nonato

24-04-2019 :: Audiência pública irá debater descumprimento de lei

24-04-2019 :: Aprovado parecer da Reforma da Previdencia pela CCJ

23-04-2019 :: Após reunião com ministro caminhoneiros descartam greve

[ Todas desta coluna ]

lamep - lamep marquês frios - marquês frios breno - breno Alencauto - alencauto

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.