Página Inicial

Siga-nos:

22.7.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Artigos

Crônica

Crônica: A seca não pede passagem!!! Veja fotos!

.

Prof Diassis 

15/06/2019

Estamos no mês de maio e a mata, que a chuva vestiu de verde durante os meses de fevereiro, março e abril, começa a mudar de cor. Os galhos surgem nus, despidos e cinzentos, com algumas folhas, as mais resistentes, penduradas e ressequidas; outras, já repousam no solo, adormecidas entre troncos e pedras à espera da mandíbula perspicaz de um caprino para sugá-la e calar a fome nos meses vindouros; as demais se transformarão em alimento para a vegetação rasteira brotar na próxima invernada.

A aroeira, que perde sua coroa, fica de braços esticados, cambaleando, como a pedir socorro; do alto, olha o marmeleiro, a catingueira, o bamburral, pelados, entregues ao calor do sol e ao soprar do vento, desprotegidos, com os corpos expostos.

De longe, o juazeiro, de raízes profundas, aparece com a sua melhor roupa, deseja proteger a vizinhança, mas tampouco pode sair do seu lugar, está agarrado demais ao chão. Fica a olhar de forma desconfiada sem poder fazer nada, apenas espera o homem, a cabra, a vaca, o cavalo a proteger-se em sua guarita que abraça a todos sem distinção.

As poças d’água, que se acumularam apoiadas em barrancos que margeiam as estradas, também começam a se despedir e vão sumindo, indo embora pouco a pouco, deixando sem alimento as algas, os peixes, que são tragados pelos longos bicos das aves que ficam à espreita, esperando o melhor momento para atacá-los e sugar os últimos suspiros de vida que ainda lhes restam.

Pouco a pouco, o homem, o gado assiste a vida adormecer, o sol mostrar as ventas, escanchar em suas corcundas e dançar o galope da seca até a chuva voltar.

Francisco de Assis Sousa, A seca não pede passagem!!! In: Sorria, enquanto é tempo! p. 73

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

25-06-2019 :: Exposição: Graciliano Ramos e Vidas Secas desfilam em escola de Vila Nova do Piauí.

15-06-2019 :: Crônica: A seca não pede passagem!!! Veja fotos!

31-05-2019 :: O mundo de Juvita

21-05-2019 :: O que significa Jair Bolsonaro no poder (Por Jessé Souza)

08-03-2019 :: Gênero Mulher

21-12-2018 :: Uma decisão a favor da ‘irresponsabilidade fiscal’

16-12-2018 :: Eleição na Alepi: Retaliação e dissimulação

30-11-2018 :: A cassação de mandato eletivo e o processo eleitoral

15-10-2018 :: Por que Bolsonaro deverá vencer

04-10-2018 :: Números do desastre petista

17-09-2018 :: Quase metade dos eleitores brasileiros ainda não decidiram em quem votar

20-08-2018 :: Soltem o Lula!

09-06-2018 :: Lula, o cabo eleitoral pé frio

16-04-2018 :: Queda de Lula em pesquisa amplia drama do PT

03-02-2018 :: Do pedalinho ao viaduto

[ Todas desta coluna ]

lamep - lamep disnomed - disnomed procords - procordis marquês frios - marquês frios Alencauto - alencauto Gutenberg - gutenberg

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.