Página Inicial

Siga-nos:

22.7.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Polícia

Whatsapp

Clonagem do WhatsApp faz vítimas na região de Picos

RedaçãoPelo menos cinco pessoas já foram vítimas desse tipo de crime.Imprimir

folhaatual 

03/07/2019

.

clique para ver a foto em tamanho real

.

Os crimes virtuais estão cada vez mais comuns. Na região de Picos, uma nova modalidade tem feito várias vítimas: a clonagem do aplicativo WhatsApp. A situação é preocupante e já chegou ao conhecimento da Polícia Militar que tem orientado a comunidade sobre medidas que devem ser adotadas para evitar esse tipo de crime. O comandante do 4° Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Edwaldo Viana, explicou que o golpe da clonagem já fez pelo menos quatro vítimas na cidade e ocorre sempre no mesmo esquema operante: clona-se o aplicativo da vítima e mensagens são enviadas para os contatos do usuário solicitando depósitos bancários. “As pessoas que cometem este tipo de crime residem em outros estados, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina. Essas pessoas clonam a conta do WhatsApp do usuário e tem acesso a tudo que você fala, arquivos de vídeos, fotos e seus contatos. Daí se passa pela vítima e começa a aplicar o golpe, mandando mensagem geralmente pedindo depósito financeiro”, disse o comandante. O tenente-coronel Edwaldo Viana lembrou ainda que o crime tem se espalhado por todo o país e que qualquer usuário do alicativo pode se tornar vítima. Segundo ele, no caso mais recente, ocorrido no dia 24 de julho, a vítima foi lesada em R$ 700,00. “Já tenho denunciado esse tipo de crime na imprensa, nas redes sociais, para que as pessoas não caiam nesse golpe. No caso mais recente, a irmã teve o WhatsApp clonado e os criminosos enviaram uma mensagem para outra irmã mencionando que necessitavam da quantia urgente de 700 reais. As pessoas, no nervosismo que é normal nestes casos, não checam as informações e caem no golpe”, frisou. A orientação da Polícia Militar é que os usuários sempre procurem contatar as pessoas quando receberem mensagens suspeitas. Em caso da ocorrência do crime buscar registrar o Boletim de Ocorrência na Central de Flagrantes para que o caso seja investigado e que se possa tentar reaver a quantia em dinheiro subtraída.

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

19-07-2019 :: Polícia divulga foto de procurado por receptação e organização criminosa

16-07-2019 :: Homem assassina o próprio irmão a facadas

12-07-2019 :: Pai de santo é encontrado morto em matagal de Parnaíba

12-07-2019 :: Corpos carbonizados são encontrados dentro de veículo em Acauã

11-07-2019 :: PRF apreende R$ 15 mil em semijoias

10-07-2019 :: Motorista apresenta documento falso e é preso pela PRF

08-07-2019 :: Locutor suspeito de esfaquear esposa é achado morto em Betânia do Piauí

05-07-2019 :: mulher é assassinada pelo marido com tiro no rosto enquanto dormia

03-07-2019 :: Clonagem do WhatsApp faz vítimas na região de Picos

01-07-2019 :: W.Dias assina pacto contra burocracia entre público, privado e terceiro setor hoje

01-07-2019 :: Homem é preso acusado de roubar 20 sacos de cimento em Picos

19-06-2019 :: Fiscais da Cepisa são presos suspeitos de furto de energia

18-06-2019 :: Homem é detido suspeito de vender medicamentos falsos em Paulistana

10-06-2019 :: Corpo de mulher é encontrado enterrado no quintal de casa em cidade do PI

05-06-2019 :: Mulher morta com perfurações no rosto é encontrada pela mãe no povoado Fujona em São Julião-PI

[ Todas desta coluna ]

lamep - lamep Alencauto - alencauto procords - procordis Gutenberg - gutenberg marquês frios - marquês frios disnomed - disnomed

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.