Página Inicial

Siga-nos:

20.10.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Locais

.

Projeto de Fábio Abreu é aprovado na Câmara dos Deputados

.

15/09/2019

.

clique para ver a foto em tamanho real

.

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou com mudanças o Projeto de Lei 8929/17, do deputado Capitão Fábio Abreu (PL-PI), que aumenta o poder de fogo das armas usadas em serviço pelos vigilantes de carros-fortes. O seguranças de carros-fortes poderão usar um armamento mais pesado De acordo com o texto adotado pela comissão, esses profissionais poderão trabalhar com os seguintes equipamentos: arma de fogo de cano curto, de uso restrito, e respectivos acessórios e munições; arma de fogo de cano longo e curto, de uso permitido, e respectivos acessórios e munições; arma de fogo de cano longo, de uso restrito, com calibre não superior a 7,62 milímetros, e respectivos acessórios e munições; e coletes, escudos, capacetes e similares. A Lei 7.102/83, modificada pelo projeto, prevê o uso de revólver calibre 32 ou 38, cassetete de madeira ou de borracha e espingarda de calibre 12, 16 ou 20, de fabricação nacional. O relator do projeto na comissão, deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE), concordou com o argumento do autor de que o crime organizado no País tem acesso a armamentos mais modernos e poderosos do que aqueles usados pelos profissionais da segurança pública e privada. “Já se foi o tempo em que os bandidos utilizavam armas de baixo calibre”, ressaltou Patriota. Treinamento Segundo o texto aprovado pela comissão, o uso das armas pelos vigilantes exigirá treinamento e aprovação prévios em cursos específicos, reconhecidos e autorizados por órgãos oficiais de fiscalização e controle. Os equipamentos serão de propriedade e responsabilidade das empresas de segurança e deverão ser recolhidos ao fim da jornada ou atividade de trabalho. Em seu substitutivo, o relator aproveitou pontos de dois projetos apensados ao PL 8929/17: os PLs 8995/17 e 9081/17, ambos do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Caso a proposta se transforme em lei, haverá um prazo de 90 dias para que as novas regras passem a valer. Tramitação O projeto ainda precisa ser analisado em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

17-10-2019 :: Picoenses se manifestarão contra danos causados por fábrica de asfalto

16-10-2019 :: Servidor é demitido após usar veículo de conselho para transportar eletrodomésticos

16-10-2019 :: Motorista fica ferido após passar mal e colidir com poste na Ponte Estaiada

15-10-2019 :: Oeiras abre inscrições para concurso com 93 vagas e salários de até R$ 7 mil

15-10-2019 :: Prefeitura de Picos lança processo seletivo com salário de até R$ 1,8 mil

11-10-2019 :: Acidente deixa nove pessoas feridas em colisões com três veículos na BR-343

10-10-2019 :: Incêndio no Morro do Leme em Oeiras é criminoso, diz prefeito

07-10-2019 :: Diretora de hospital no PI e os dois filhos morrem em acidente

07-10-2019 :: Jovem de Santo Inácio do Piauí morre em acidente de moto ao retornar de festa

07-10-2019 :: Confira o resultado da eleição para o Conselho Tutelar de Picos

02-10-2019 :: Mulher morre queimada dentro da própria casa

01-10-2019 :: Governo define cronograma de pagamento dos prestadores de serviço da rede hospitalar

01-10-2019 :: Coordenadoria de Habitação de Picos alerta para golpe de estelionato no Programa Minha casa Minha Vida

24-09-2019 :: Vendedor de redes é atropelado e fica em estado grave

20-09-2019 :: Ministério Público abre inquérito para investigar prefeito Nonato Alencar

[ Todas desta coluna ]

Alencauto - alencauto uniaselvi - uniaselvi dario - dario procords - procordis marques frios - marques frios lamep - lamep disnomed - disnomed Gutenberg - gutenberg otica kika - otica kika

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.