Página Inicial

Siga-nos:

18.10.2019

Opinião

"Uma cidade que gera um jogador fantástico como o GRANDE LEONARDO só pode ser uma cidade muito especial! OBRIGADO POR TUDO, PICOS! PERNAMBUCO JAMAIS ESQUECERÁ O FILHO DE VOCÊS! LEONARDO MARCOU ÉPOCA NO BRASIL INTEIRO! "


De: Sergio Silva em Recife, 04/03/2016 11:30:14h

[ Veja mais ]

Você está lendo a coluna: Artigos de opinião

OPINIÃO

A candidatura de Rejane Dias

Trazendo um pouco à baila a questão de parentes na política, nós, do PT, já tivemos de tudo

Deputado Jesus Rodrigues  

05/02/2014

Foto: José Maria Barros

clique para ver a foto em tamanho real

Deputado federal Jesus Rodrgues (PT)

Neste momento está na mídia o debate sobre a candidatura da Deputada Estadual Rejane Dias à Câmara Federal. Chegará o momento de candidaturas de outros Partidos, que envolvem relação de parentesco, também virem a debate.
 
Trazendo um pouco à baila a questão de parentes na política, nós, do PT, já tivemos de tudo, irmãos candidatos ao mesmo cargo eletivo, prefeito perseguido pelo Partido por indicar o pai secretário municipal, casal de secretários, primos secretários, irmã indicando irmã, e agora marido para um cargo e esposa para outro. 
 
Nenhuma discussão mais séria foi realizada para definir o que é certo ou errado em qualquer um desses eventos, mas o assunto entra em debate na imprensa de tempos em tempos, não só por causa do PT, é claro, mas porque envolve a todos.
 
Antes que o leitor comece a fazer deduções, quero manifestar que defendo o direito de Rejane ser candidata. Em que pese o tema ter sido tabu no início do PT, em todas as minhas intervenções para a campanha de 2010 defendi o seu direito de ser candidata. Não seria agora, em 2014, que faria diferente. 
 
Na campanha em si, a presença de um parente próximo causa mais ciúme que de um amigo próximo. É claro que as lideranças vêem que o parente, em especial a esposa, filho ou pai, gozarão de mais prestígio no governo e privilégios no tratamento de suas demandas. Outro aspecto que não pode ser esquecido é que o candidato majoritário vai desejar primeiro eleger a si próprio, depois o parente mais próximo, depois os aliados. Em eleições municipais é muito mais comum do que se pode imaginar. E a nível estadual, para não ganhar maiores dimensões, quero fazer algumas observações.
 
O PT deverá ter pelo menos três candidatos entre os outros pré-coligados. Somos, até agora, aproximadamente dez. É necessário que o Partido e o líder maior da coligação consigam passar para todos os candidatos e candidatas à Câmara Federal que não existirão favorecimentos, mesmo naqueles acordos de confessionários ou pé-de-ouvido, como se diz popularmente. É preciso que se construa confiança, parceria e equilíbrio entre todas as candidaturas. Não apenas do PT, mas dos Partidos coligados também. É sonhar demais? Claro que não.
 
A coligação funciona como um Partido. Entretanto, sabemos que cada um, isoladamente, vai buscar o seu fortalecimento, propondo o mesmo candidato majoritário e querendo o apoio de cada eleitor para seu candidato proporcional. A disputa nesse nível vai ocorrer e deve se desenvolver de forma saudável entre os candidatos proporcionais da mesma coligação, cada um com as bandeiras do seu Partido. E contra os adversários, a disputa deve se dar em alto nível.

Como pré-candidato a Deputado Federal pelo Partido líder na coligação, e espero que os demais também, em se cumprindo essa proposta de equidade, sintamo-nos seguros em fazer campanha ao lado de Rejane Dias. Nisso eu confiarei, porém, vigiarei atentamente.

.:: ComentarCorrigirEnviar por e-mailImprimir ::.

Comentários desta matéria:

Não há comentários para a matéria no momento.

Outras desta mesma coluna:

25-07-2017 :: Aumento do combustível: parece pouco mas não é – veja como economizar

03-07-2017 :: Ouvindo melhor e sem preconceito

11-04-2014 :: PASSANDO A LIMPO

29-03-2014 :: .

05-02-2014 :: A candidatura de Rejane Dias

24-01-2014 :: PASSANDO A LIMPO

31-12-2013 :: PASSANDO A LIMPO

14-12-2013 :: Passando a Limpo

22-11-2013 :: PASSANDO A LIMPO

11-10-2013 :: PASSANDO A LIMPO

18-09-2013 :: Helvídio Nunes de Barros

15-09-2013 :: PASSANDO A LIMPO

28-06-2013 :: PASSANDO A LIMPO

14-06-2013 :: PASSANDO A LIMPO

24-05-2013 :: PASSANDO A LIMPO

[ Todas desta coluna ]

procords - procordis Gutenberg - gutenberg Alencauto - alencauto lamep - lamep uniaselvi - uniaselvi marques frios - marques frios disnomed - disnomed otica kika - otica kika dario - dario

© 2009 - Jornal de Picos - Todos os direitos reservados - E-mail: contato@jornaldepicos.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal. Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.