Logo

GASTOS DE CAMPANHA

Campanha de Haddad gastou 14 vezes mais do que a de Bolsonaro

Os gastos de campanha foram declarados pelos dois candidatos ao Tribunal Superior Eleitoral

Kelvin Continho/Viagora  

30/10/2018

Foto: reprodução

clique para ver a foto em tamanho real

Haddad gdstou 14 vezes mais do que Bolsonaro e foi derrotado nas urnas.

De acordo com dados disponíveis no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) gastou R$ 2.452.212,91 (dois milhões, quatrocentos e cinquenta e dois mil, duzentos e doze reais e noventa e um centavos) em ações de campanha eleitoral durante o 1º e o 2º turnos das eleições presidenciais.

 

O valor recebido pelo parlamentar em recursos para campanha eleitoral é de R$ 4.150.097,17 (quatro milhões, cento e cinquenta mil, noventa e sete reais e dezessete centavos), que correspondem a 3,95% do limite de gastos de R$ 105 milhões estabelecido pela legislação eleitoral para candidatos à Presidência da República.

 

O candidato derrotado, Fernando Haddad (PT), declarou despesas no valor de R$ 34.400.867,06 (trinta e quatro milhões, quatrocentos mil, oitocentos e sessenta e sete reais e seis centavos), valor 14 vezes maior que o gasto do adversário eleito. A maioria dos gastos de Haddad advém de ações de campanha quando Lula ainda era o cabeça de chapa e o professor era seu vice.

 

Os valores arrecadados e aplicados nas campanhas são declarados pelos candidatos e partidos políticos à Justiça Eleitoral. Pelo calendário eleitoral, até o próximo dia 6 de novembro, é preciso apresentar as contas referentes ao primeiro turno. Já a prestação de contas do segundo turno tem de ser feita até 17 de novembro. As contas podem ser impugnadas até 20 de novembro.

 


© 2009 Jornal de Picos — Todos os direitos reservados. E-mail: jornaldepicos@jornaldepicos.com.br